quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

RELACIONAMENTOS QUE PERDURAM


Os anos passam e a chance de um relacionamento ter continuidade diminui com eles. Não é culpa das pessoas, é culpa da vida que elas levam. Os valores mudam continuamente e os desejos das pessoas também. O estilo de vida abriu margem para novas necessidades e, por mais variados motivos, há momentos em que deixar o relacionamento amoroso em segundo plano aparenta ser a atitude mais pertinente a se tomar.
Amor, como tudo na vida, não nasce e não morre do nada, se nasceu é porque foi plantada uma semente, se morreu é porque não foi bem adubado e regado, como uma plantinha. Não só o amor conjugal, qualquer relacionamento interpessoal é assim.
“Em uma relação não pode querer um ser melhor que o outro, um mandar mais que o outro, deve haver igualdade, os dois cederem, isto é sinal de carinho” disse uma amiga, também da área da saúde, em uma conversa informal. Acho que a frase resumiu tudo o que se faz necessário para que um relacionamento perdure.
O narcisismo, egocentrismo, a autopreservação tem crescido e com ela a defasagem nos relacionamentos, características responsáveis por impedir que, como antigamente era mais frequente acontecer, uma relação perdure.
Li há alguns meses um texto de Arnaldo Jabor falando sobre relacionamento amoroso. No referido, o autor escreveu que não se deve dizer que deu errado um relacionamento se ele durou meses, anos e depois terminou, porque deu certo por aquele período de tempo. Discordo plenamente!
Não tem nexo dizer que uma coisa que fracassou deu certo, é contradição. Ou algo deu certo, ou deu errado, e pronto! Já viu alguém dizer “deu certo por um tempo o estado de saúde dele na UTI, mas acabou de morrer”, “deu certo minha profissão, mas acabei de desistir dela”, “deu certo meu sonho, mas acabei de perdê-lo”? Isso não tem sentido. O que dá certo é um estado final, não transitório, por mais que a ideia de relações eternas venha se tornando uma utopia progressivamente. Um relacionamento que deu certo é aquele que perdurou independente das dificuldades que os cônjuges tenham passado, conseguiram enfrentá-las sem romper vínculo.
Um Provérbio Bíblico diz que dois só andam juntos se estiverem de acordo e isto é a base de uma relação. Mentira, traição, desrespeito, impulsividade, agressão, falta de atenção, de cuidado, de paciência são fomentadores de relacionamentos fracassados. Se você quer ter uma pessoa a seu lado mostre a ela que vale a pena ter você. Todo mundo quer o melhor para si, e quer a pessoa que julga melhor ao seu lado.
Seja o melhor, dê o melhor de si, pense nos outros, não desista de se relacionar com uma pessoa pelo simples fato de ela não ser exatamente como você deseja que ela seja, ninguém no mundo vai cumprir com sua expectativa de pessoa ideal porque ninguém é perfeito. Se você parar pra se analisar, vai perceber que você mesmo em alguns momentos da vida deve ter adotado comportamentos que foram insensatos, porque o outro não tem esse direito?
Os relacionamentos que duram são entre pessoas cheias de defeitos, mas que tem ciência de que em qualquer relacionamento vai ter momentos de dificuldades, cabe a elas ter inteligência emocional para lidar com estas. A decadência do amor pode ser vencida, só depende dos seres amantes.
Psicóloga Katree Zuanazzi
CRP 08/17070

Publicado no Jornal de Notícias "A Folha de Saltinho" dia 02-06-2012
Pode ser reproduzido citando a fonte e a autora. (Lei 9.610/1998)

Nenhum comentário:

Postar um comentário